7 erros no gerenciamento da cadeia de suprimentos

por | mar 19, 2021 | Cadeia de Suprimentos | 0 Comentários

A cadeia de suprimentos (Supply Chain) é um conjunto de atividades que visam satisfazer as necessidades do cliente final por meio da otimização de todas as etapas de criação de valor, tais como produção, armazenamento e transporte de produtos.

A princípio, mesmo as maiores empresas cometem erros de gerenciamento da cadeia de suprimentos e normalmente têm hierarquias de gerenciamento dedicadas, focadas exclusivamente em equilibrar oferta e demanda.

Para as empresas menores, com uma equipe de gerenciamento que precisa conciliar várias áreas de responsabilidade, é ainda mais fácil negligenciar, exagerar ou omitir certos aspectos do gerenciamento da cadeia de suprimentos, ou apenas entendê-los totalmente errados.

Enfim, vamos conhecer os 7 erros cometidos pelas empresas no gerenciamento da cadeia de suprimentos e as práticas para evitar esses erros.

1. Eficiência do processo

Não é incomum que as pequenas e médias empresas não tenham eficiência no processo da cadeia de suprimentos. Erros comuns na gestão de processos incluem:

  • Colocar a tecnologia antes do processo;
  • Uso de fluxos de trabalho baseados em papel;
  • Falha ao aprender com as práticas recomendadas do setor;
  • Manter processos e etapas que agregam pouco ou nenhum valor para os clientes.

Sua equipe deve se concentrar continuamente em otimizar os processos da cadeia de suprimentos para obter valor, usando tecnologia onde fizer sentido.

Os processos baseados em papel devem ser eliminados, já que os aplicativos de software de negócios são acessíveis e realizam as tarefas com muito mais eficiência.

2. Gerenciamento de estoque

Não só é muito comum as empresas errem no gerenciamento de estoque, como também tende a ser um dos erros mais prejudiciais, especialmente para empresas menores e start-ups.

Estoque demais retém dinheiro desnecessariamente, dinheiro que pode nunca ser totalmente liquidado devido ao risco de obsolescência do estoque.

Do mesmo modo, manter estoque nos lugares errados ou reduzir muito os níveis de estoque pode criar problemas de atendimento ao cliente e perda de vendas.

Portanto, uma boa gestão de estoque, apoiada pela tecnologia, deve ser uma prioridade.

Obviamente, os sistemas manuais permitem que os proprietários de pequenas empresas gerenciem o estoque com investimento limitado em sistemas.

No entanto, um único erro de entrada de dados pode descartar cálculos e impactar significativamente o planejamento.

É por isso que a maioria das empresas hoje em dia opta por sistemas de gerenciamento de inventário mais sofisticados e orientados por software, como:

  • Rastreamento de código de barras : usado com um software especial, os leitores de código de barras permitem a identificação e rotulagem instantânea do produto.
  • Identificação por radiofrequência (RFID):  as soluções de RFID são mais precisas do que rastreamento de código de barras, permitem que uma empresa identifique e rastreie componentes, materiais e produtos acabados em toda a cadeia de suprimentos, da produção ao ponto de venda. Eles fornecem os dados de inventário mais atualizados, permitindo que as equipes de compras tomem melhores decisões de compra.

3. Relacionamento com fornecedores

O relacionamento com os fornecedores anda de mãos dadas com o gerenciamento de estoque e, novamente, é algo que pode criar problemas. Erros típicos na gestão de fornecedores incluem:

  • Falha ao selecionar novos fornecedores;
  • Trabalhar comum único fornecedor;
  • Negligenciar a importância de construir relacionamentos estratégicos com fornecedores;
  • Ignorar a importância das métricas e KPI’s para monitorar o desempenho do fornecedor.

Embora possa parecer trabalhoso cultivar parcerias com fornecedores, isso fortalecerá sua cadeia de suprimentos e salvará você do gerenciamento reativo, que é inevitavelmente mais caro em termos de finanças, esforço de gerenciamento e possivelmente até mesmo reputação comercial.

A pandemia de Coronavirus destacou os perigos de subestimar o risco do fornecedor e não colocar esforço suficiente em forjar parcerias sólidas com os fornecedores.

Algumas empresas já estão tomando medidas para evitar esse problemas, como por exemplo:

  • Comprando com antecedência para garantir produtos e matérias-primas das áreas impactadas;
  • Fazendo contato direto com fornecedores Tier-2 e Tier-3 para garantir produtos ou matérias-primas;
  • Comprando produtos de fornecedores secundários.

4. Fornecedor único

O fornecimento único é uma tendência da cadeia de suprimentos que pode facilmente levar a erros para pequenas e médias empresas, especialmente se for escolhido como uma estratégia sem levar em conta os riscos potenciais.

Embora possa pagar para ter um único fornecedor estratégico de materiais primários, também pode criar um ponto de fraqueza na cadeia de abastecimento, como aconteceu quando a Covid-19 turvou as cadeias de abastecimento no primeiro semestre de 2020.

A pandemia destacou fortemente a necessidade de as empresas terem fornecedores de apoio.

Certamente é algo a se considerar se você atualmente mantém uma estratégia de fonte única.

Você deve considerar a adição de um fornecedor ou dois, mesmo que eles preencham apenas uma pequena porcentagem de sua demanda.

5. Visibilidade da cadeia de suprimentos

Muitas empresas confundem a necessidade de visibilidade onde é importante com visibilidade em toda a cadeia de suprimentos.

Com tantos aplicativos analíticos disponíveis, as empresas estão se afogando em dados da cadeia de suprimentos.

Você não precisa necessariamente de acesso a dados em tempo real de uma ponta à outra da cadeia de suprimentos, mas precisa saber os pontos onde a visibilidade agrega valor e aplicar soluções nesses pontos. Um desses pontos é o pedido e a entrega .

Desde a mudança significativa dos clientes para solicitar produtos online como resultado da pandemia da Covid-19, tem havido pouca tolerância para erros de entrega e produtos.

Com tantas opções agora disponíveis nos mercados de varejo de comércio eletrônico, erros de pedido e entrega podem levar os clientes a realizar seus negócios em outro lugar.

Além disso, os compradores online desejam visibilidade direta do andamento de suas entregas, você precisa entregar os mesmos recursos aos seus clientes por meio de pedidos em tempo real e recursos de rastreamento de entrega.

6. Sistema único de serviço

Um sistema único pode funcionar para os produtos que você fornece, mas geralmente não é uma boa ideia para a entrega de serviço.

A ideia de segmentar os níveis de serviço pode parecer contra intuitiva, talvez por isso as empresas cometam o erro de oferecer os mesmos níveis de serviço a todos os clientes.

Na verdade, vemos empresas sofrendo perdas líquidas em algumas vendas como resultado dessa política de serviço.

Ao analisar o custo para atender a diferentes tipos de clientes e produtos, você descobrirá que pode organizar seu serviço em níveis diferentes, melhorando as margens e criando maiores índices de satisfação geral do cliente.

7. Falta de investimento em Recursos Humanos

Quando os tempos são difíceis para as empresas, o treinamento e o desenvolvimento dos funcionários costumam ser o primeiro alvo para cortes de custos.

Uma vez que a cadeia de suprimentos é vista frequentemente como um centro de custos, a relutância em gastar mais do que o absolutamente necessário não é incomum, mesmo durante períodos econômicos mais fáceis.

No entanto, a educação dos funcionários não deve ser uma casualidade das restrições de gastos no gerenciamento da cadeia de suprimentos.

O desenvolvimento de talentos é uma das maneiras mais econômicas de investir em seu negócio, não apenas porque suas operações se beneficiarão diretamente da experiência e habilidades de seu pessoal, mas também porque o treinamento e o desenvolvimento ajudam na retenção de funcionários, poupando-lhe custos envolvidos na substituição de talentos perdidos.

O sucesso da cadeia de suprimentos

Se você puder concentrar sua equipe de gerenciamento na melhoria contínua nos sete erros citados anteriormente, sua cadeia de suprimentos não deverá enfrentar as dificuldades que muitas vezes atrapalha as empresas.

Sua empresa gerencia a cadeia de suprimentos corretamente?

Será que a sua cadeia de suprimentos precisa trabalhar em algumas das áreas descritas?

Nesse caso, você pode contar com a expertise da PDA Soluções para melhorar o desempenho de seus negócios criando uma cadeia de suprimentos mais forte.

Se você está preocupado com a capacidade de sua empresa de se concentrar na melhoria da cadeia de suprimentos, entre em contato!

– PDA Soluções –
Telefone: 11 2093-3327
E-mail: contato@pdasolucoes.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

Leia mais
Gerenciamento proativo da Rede de Frio

Gerenciamento proativo da Rede de Frio

Mais empresas estão procurando fornecedores de software e serviços que possam resolver seus desafios de dados e oferecer suporte a vários aspectos do gerenciamento da rede de frio. Nos últimos anos, os fornecedores de alimentos perecíveis passaram por um mar de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *