Cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis

por | jan 14, 2021 | Gestão de Estoque | 0 Comentários

Conheça os cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis que você deve tomar para tornar o seu controle eficaz e reduzir perdas!

Se você acha que a gestão de estoque de produtos perecíveis é apenas cuidar do prazo de validade dos produtos, você pode ter sérios problemas!

Acima de tudo, todo o processo deve ser cuidadosamente preparado levando em consideração as características de cada produto.

Afinal, outras variáveis podem colaborar para que o produto se deteriore, mesmo dentro da validade, já que os alimentos precisam de uidados específicos diferentes, como os congelados, por exemplo.

Além disso, comercializar produtos vencidos ou deteriorados é crime, que pode ser penalizado com multa ou até a interdição do estabelecimento.

O consumo desses alimentos pode causar intoxicação alimentar ou, até mesmo, levar a pessoa à morte. Sendo assim, o estabelecimento pode sofrer processos movidos por clientes, além de perder a credibilidade.

Os problemas da gestão incorreta do estoque de perecíveis

A princípio, o armazenamento inadequado de alimentos perecíveis irá resultar em problemas, como:

  • Rápida deterioração do alimento;
  • Contaminação cruzada;
  • Desperdício de produtos;
  • Dificuldade em encontrar o produto no estoque;
  • Rupturas no PDV;
  • Temperatura inadequada;
  • Gastos desnecessários.

Os principais cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis

Como vimos acima, uma gestão de estoque feita de forma errada, pode causar inúmeros transtornos e prejuízos.

Vejamos então os principais cuidados na gestão de estoque de produtos perecíveis, que visam evitar esses problemas e otimizar o seu controle:

Cuidados sanitários e de manuseio

Os cuidados sanitários e com o manuseio dos produtos são fundamentais para a eficácia de seu estoque. Afinal, a falta desses implicará na inutilização dos itens para o consumo.

Como cada tipo de produto requer um cuidado específico, as rotinas de limpeza e manuseio devem ser pensadas levando em consideração as necessidades de cada categoria de produtos.

Já a sua equipe precisa estar preparada e executar com precisão as rotinas de limpeza e os cuidados com o manuseio, bem como, cuidar da higienização dos equipamentos utilizados no processo para evitar a contaminação.

Ao mesmo tempo, vale ressaltar também os cuidados com o manuseio no empilhamento, pois, feitos de forma incorreta, podem gerar amassados que tornam o produto impróprio para consumo.

Enfim, vale destacar que sua equipe deve utilizar equipamentos de proteção individuais, de acordo com o tipo de produto.

Cuidados sanitários com a área de armazenamento

Da mesma forma, vamos conhecer também os cuidados com a área do armazenamento:

Áreas Internas

  • A área deve estar limpa, livre de resíduos e sujeiras;
  • O local deve ser fresco, ventilado e corretamente iluminado;
  • Feche os ralos quando não utilizados;
  • A área deve estar livre da presença de insetos, roedores, morcegos e pássaros;
  • O piso não pode apresentar inclinação e deve estar elevado com relação à rua;
  • Não pode haver vazamentos ou goteiras no teto, bem como, infiltrações ou umidade nas paredes;
  • As janelas precisam ter telas de malha para evitar insetos;
  • Qualquer abertura deve ser fechada de forma definitiva ou com telas apropriadas;
  • As lâmpadas precisam ter proteção plásticas que evitem a queda de cacos de vidro sobre os alimentos, em caso de quebra.

Áreas Externas

  • O local deve estar livre de materiais sem uso, entulhos e sucatas;
  • A área de carga e descarga precisa apresentar condições de umidade e temperatura que não interfiram nos produtos;
  • Todas as passagens devem ser devidamente limpas;
  • A grama deve ser mantida aparada e qualquer matagal deve ser eliminado;
  • A iluminação deve ser feita de forma a não atrair insetos noturnos.

Cuidados com transporte e embalagem

O transporte de perecíveis merece atenção redobrada, pois qualquer erro nesse processo pode inutilizar o produto antes mesmo de sua chegada ao armazém.

Em primeiro lugar, escolha corretamente o tipo de veículo para a operação, afinal, não podemos transportar produtos congelados em um veículo sem refrigeração.

Em seguida, atente-se para a embalagem no transporte que deve ser pensada afim de evitar a exposição a fatores que comprometam a integridade do produto.

Veja os pontos a serem levados em conta na escolha da embalagem:

  • Isolamento térmico – Utilize embalagens feitas de material apropriado, como o poliestireno expandido (EPS), espuma rígida de poliuretano e materiais reflexivos;
  • Vedação – Garanta que não haja nenhuma parte sem isolamento;
  • Previna a contaminação – Escolha embalagens específicas para o transporte de perecíveis, evitando a contaminação cruzada. Utilize um material absorvente na parte de baixo, para que não haja acúmulo de água.
  • Material Refrigerante – Para manter os produtos congelados, utilize gelo seco. Para produtos resfriados utilize o gel refrigerado. Distribua o material nas laterais e partes superior e inferior;
  • Tempo – Calcule o tempo de transporte e adicione material refrigerante para uma validade maior em caso de imprevistos.

Cuidados com a armazenagem

Antecipadamente, verifique se o espaço que vai acomodar a carga está preparado, de acordo com os cuidados sanitários descritos acima.

Além disso, faça um empilhamento que favoreça a circulação de ar, isso ajuda a garantir que a temperatura e a umidade sejam uniforme em todos os pontos.

Do mesmo modo, utilize cortinas de ar ou de PVC, elas criam uma espécie de barreira, aumentando a eficiência do resfriamento.

Adote o uso de pallets de aço que evitam o acúmulo de pragas, sujeira, poeira, fungos e mofos, bem como, favorecem a higienização.

Por fim, respeite o limite de empilhamento de cada produto, uma caixa a mais pode inutilizar toda a carga.

Cuidados com o controle de estoque

Antes de mais nada, além de todos os cuidados anteriores, fazer um controle dos prazos de validade é fundamental.

Ao mesmo tempo, você precisa controlar a ordem de chegada dos produtos. Isso fará toda a diferença na sua organização.

Fazer esse controle manualmente com eficácia é quase impossível, por isso, tenha um sistema que realize esse controle.

Com um estoque organizado, sua equipe consegue localizar e despachar o produto com agilidade, dando prioridade para o produto que entrou primeiro.

Essa estratégia é essencial para produtos perecíveis, o primeiro que entra é o primeiro que sai (FIFO – First in, first out), evitando o envelhecimento ou o vencimento do produto.

O uso da tecnologia na gestão de estoque de produtos perecíveis

Definitivamente, a gestão de estoque de produtos perecíveis é um processo delicado, mas que pode ser otimizado através da implantação de soluções tecnológicas.

A PDA possui soluções que automatizam seus processos e podem ser customizadas de acordo com a sua necessidade.

Controle com facilidade a data de validade, a posição da mercadoria, lote, movimentação, recebimento, expedição, conferências, e muito mais!

Quer saber mais sobre as nossas soluções? Entre em contato conosco!

– PDA Soluções –
Telefone: 11 2093-3327
E-mail: contato@pdasolucoes.com.br
LinkedIn | Instagram |  Facebook

Leia mais
Como a Logística Digital impacta a sua empresa

Como a Logística Digital impacta a sua empresa

Podemos definir a logística digital como a evolução dos processos logísticos tradicionais, que eram executados com ferramentas analógicas, para processos logísticos modernos que são conduzidos por tecnologias digitais. Essa abordagem permite que as empresas executem o...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *